Assine nosssa newsletter

Cinco preparos para comemorar o Dia Nacional da Cachaça

Por Posted on 2

Na sexta 13, celebre a bebida que é a cara do Brasil experimentando alguns pratos e drinques

S

e a cerveja é queridinha dos brasileiros, a cachaça é uma das paixões nacionais. Tipicamente brasileira, a bebida carinhosamente apelidada de “branquinha” é comemorada no dia 13 de setembro com o Dia Nacional da Cachaça. A data relembra o fim da Revolta da Cachaça (1661), quando a produção da bebida foi proibida no Brasil e a coroa portuguesa ordenou a destruição dos alambiques. Em 2010, um decreto parlamentar instituiu a data para homenagear esse marco histórico do país.
Símbolo nacional, a cachaça é o destilado mais consumido no Brasil. No ano, cada brasileiro consome em média 11,5 litros de cachaça, o que movimenta cerca de R$ 7,5 bilhões, segundo dados do Centro Brasileiro de Referência da Cachaça (CBRC). A branquinha faz parte da cultura e também do dia a dia, seja pura, em um drinque ou como ingrediente de algum preparo. Confira algumas possibilidades gastronômicas de comemorar o Dia Nacional da Cachaça em grande estilo:

 

No doce vai bem!

O Quindim com creme de cachaça e baunilha com coco ralado (R$ 22) é uma das sobremesas mais queridas do Rubaiyat Brasília. O chef da casa, John Nascimento, utiliza uma mistura simples em ponto de chantilly para o creme de cachaça: creme de leite, baunilha e, claro, a branquinha. O preparo é uma excelente opção para quem quer aproveitar o dia com um toque mais leve desse patrimônio nacional.

Outra opção é a Torta de chocolate à Taigo Meireles, do L’Alcofa, restaurante da Pousada Inácia (Chapada dos Veadeiros). A sobremesa é uma torta de massa sablé feita com castanhas do brasil e recheada com gel de cupuaçu e creme de chocolate amargo com cachaça. O doce feito pelo chef Rafael Nery é servido com sorvete de creme sobre farelo amanteigado de brioche.

 

No salgado, põe também

Quem acha que a cachaça serve apenas para beber, precisa conhecer as técnicas do chef Rafael Nery. Além da ganache de chocolate, o chef utiliza a bebida para flambar os Lagostins na parrilla (preço sob consulta). A iguaria é acompanhada de palmito pupunha assado, fonduta de abóbora e grana padano e uma fatia de limão siciliano e faz parte do menu que estreia esse mês no L’Alcofa, restaurante da Pousada Inácia.

 

Drinques para aquecer o coração

A cachaça vai bem sozinha, mas também é uma ótima opção para compor drinques. Um dos clássicos brasileiros é a Caipirinha (R$ 19), que pode ser encontrada no bar do ‘A Mano Restaurante. A bebida traz a mistura clássica de cachaça, limão e açúcar que conquista todos os tipos de paladares.

O Beer Club também oferece um drinque diferente para comemorar a data. O Mé Tropical (R$ 28) possui sua composição focada na cachaça e campari. Para incrementar, redução de caju com acerola, flor de laranjeira, sumo de limão e bitter de tomilho finalizam a iguaria.

 

Serviço

‘A Mano Restaurante

Endereço: CLS 411, bloco D, loja 36

Horário de funcionamento: De segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h à 0h. Domingo, das 12h às 17h

Telefone: 3245-8235

@amanorestaurante

 

Beer Club Brasília

Onde: CLS 403 Bl.D Loja 28 – Asa Sul

Horário de funcionamento: De terça a domingo, das 12h às 1h

Telefone: (61) 3254-6222

Instagram: @beerclubbrasilia

 

L’Alcofa

Endereço: Pousada Inácia – Fazenda Almécegas, Condomínio Avalovara, Zona Rural. Entrada para o Vale Verde, km 159 da GO 118

Informações e reservas: (62) 99908-0895

 

Rubaiyat Brasília

Endereço: SCES – Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 1, lote 1 A – Asa Sul

Horários de funcionamento: De segunda à sábado, das 12h à 0h. Domingo, só almoço, das 12h às 18h.

Mais informações: (61) 3443-5000

@rubaiyatbrasil

Sem comentários ainda.

O que você achou?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *