Assine nosssa newsletter

Ballet Imperial da Rússia abre nova sessão

Por Posted on 3

Espetáculo traz o melhor de Tchaikovsky, com O Lago dos Cisnes, A Bela Adormecida e Quebra Nozes

A

 companhia Ballet Imperial da Rússia traz a Brasília o espetáculo “The Best of Tchaikovsky”. A apresentação acontece em três atos, começando com O Lago dos Cisnes, na sequência “A Bela Adormecida” e finalizando com “O Quebra-Nozes”. O espetáculo, que antes contava com apenas uma sessão em 11 de maio,agora acontece em duas opções de horário (17h e 20h). O show é indicado para todos os públicos e será realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Além de Brasília, a turnê passa por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Goiânia, Recife, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Ribeirão Preto e Campinas, numa realização da Art Rec Produções.

Criado em 1994 por Gediminas Taranda, estrela do Ballet Bolshoi de 1980 a 1993, o “Imperial Russian Ballet” reúne artistas provenientes das melhores companhias de balé do mundo, como a Ópera de Paris, Teatro Mariinsk, Teatro Bolshoi e American Ballet Theatre. O grupo representa a harmonia e integridade da Escola Russa de Balé, mantendo as tradições e a continuidade daquilo que é passado de geração para geração.

O espetáculo “The Best of Tchaikovsky” é composto por um elenco de 28 bailarinos, com destaque para os solistas Ivan Zviagintsev (que já passou por companhias como Bolshoi, Russian Ballet Theatre e Russian National Ballet); Kseniia Pukhlovskaia (Russian Ballet Theatre e Russian National Ballet); Lina Sheveliova (Teatro Nacional de Ópera e Balé da Moldávia) e Nariman Bekzhanov (Teatro de Ópera e Balé Abay State, no Cazaquistão).

Além da reconhecida qualidade técnica, também cenário, figurino e iluminação merecem atenção especial da companhia, que traz todo o arsenal original direto de Moscou. Para esta turnê, 1,5 tonelada de material cênico e figurinos foi trazida ao Brasil.

A Companhia

A ideia de criar o “Imperial Russian Ballet” nasceu há 24 anos durante os shows Maya, em homenagem ao aniversário no Japão, preparados por Gediminas Taranda. O nome do grupo é uma homenagem à família imperial da Rússia, que durante toda sua existência contribui para o desenvolvimento da cultura do país, inclusive com a inauguração dos tradicionais teatros Bolshoi e Mariinsky. Na Rússia, do povo à realeza, a arte do balé sempre foi valorizada, sendo esta reverência dedicada ao balé russo também mundo a fora.

O chefe da equipe – Gediminas Taranda – não é só um excelente bailarino, como um professor reconhecido pela vocação e talento. O “Imperial Russian Ballet” também conta com  a cooperação de bailarinos de renome internacional, incluindo Maya Plisetskaya, Patrick Dupont (Ópera de Paris, França), Farukh Ruzimatov Julia Mahalina e Diana Vishneva (Teatro Mariinsky), Nikolay Tsiskaridze, Lyudmila Semenyaka, Galina Stepanenko, Anastasia, Andrew Mercury e Nadezhda Pavlova, Svetlana Zakharova (Teatro Bolshoi), Denis e Anastasia Matvienko (Teatro Mikhailovsky), Vladimir Malakhov e Julia Kent (Teatro de Balé Americano), Lucia Lakarra e Cyril Pierre (Bávaro Ballet, Munique), Maria Kochetkov ( San Francisco Ballet) Tamie Kusakari (Japão) e muitos outros.

O “Imperial Russian Ballet” já se apresentou em países como Rússia, Japão, Espanha, Áustria, Finlândia, Portugal, Chile, Argentina, Uruguai, Alemanha, França, Itália, Suíça, Luxemburgo, Lituânia, Estônia, Canadá, Israel, China, Grécia, Eslovênia Croácia, Ucrânia, Cazaquistão, Bielorrússia, EUA, Líbano, Chipre, Dubai, Malta, Tunísia, Turquia, Tailândia, Singapura, México, África do Sul, Nova Zelândia e Austrália.

A equipe, constantemente, participa de grandes eventos como o “Primeiro Festival Internacional de Balé de Moscou Grand Pas”; Gala “Dream II” (Japão, 1998); Festival Trakai de Música e Dança (Lituânia, 1999, 2001, 2002), “Millennium” (EUA, 1998-2000), Festival Sodetskisa, (Lituânia, 2000, 2001, 2002), Festival de dança “Istria” (Croácia, 2003 – 2010); Festival de Artes, França, (Martinica, 2003), Festival “Ohrid Summer” (Macedônia, 2006), Festival “Birgitta ” (Estônia, 2008); Festival “Amber necklace ” (Kaliningrad, 2009), Festival de Música Clássica “Parade of Bands” (Cazaquistão, 2013); Concerto de Gala (China, 2004 – 2010); lançamento Thai Airways (Tailância, 2005), entre tantos outros.

Em novembro de 2011, o Primeiro Ministro realizou um espetáculo brilhante “Pianomania” com o “Imperial Russian Ballet” Dmitry Malikov, coro e orquestra do Novaya Opera Theatre, no Palácio do Estado do Kremlin. Em janeiro de 2013 e 2014, participou do projeto “Operamaniya” no Cazaquistão (Almaty) e no teatro “New Opera” (Moscou).

A estreia de produções clássicas, nos últimos anos, são o pano de fundo de ouro da arte do balé: “Romeu e Julieta” (Sergei Prokofiev); “O Lago dos Cisnes”, “Nutcracker”, “Bela Adormecida” (Tchaikovsky); “Carmen” (Bizet-Shchedrin); “Walpurgis Night ” (Charles Gounod),“Bolero” (Maurice Ravel); “Scheherazade” (Nikolai Rimsky-Korsakov); “Les Sylphides” e “Bola Fantasma” (Frederic Chopin); “Don Quixote” (Ludwig Minkus) e outros.

“Imperial Russian Ballet” representa a unidade e integridade da escola de balé russa, com tradição e continuidade passadas de geração em geração, num verdadeiro império criativo.

SERVIÇO:

BALLET IMPERIAL DA RÚSSIA – “THE BEST OF TCHAIKOVSKY”

Data: 11 de maio (sábado)

Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães – Auditório Máster

Horário do evento: 17h e 20h
Abertura dos portões: 16h e 19h
Classificação etária: Livre

Acessibilidade: Sim

Ponto de venda sem taxa de conveniência:

Brasília Shopping / piso G2

De segunda a sábado das 10h às 22h, domingos e feriados 13h às 19h

Vendas pela internet e call center: www.eventim.com.br / e (61) 4003-6860 (sujeito a taxa de conveniência)

Sem comentários ainda.

O que você achou?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *